Quem escreve

Assim como a maioria das pessoas, sempre achei economia um troço complexo, chato e muitas vezes sem pé nem cabeça. São milhares de teorias que se contradizem, e números tão grandes que deveriam ser inclusive abreviados. Tudo isso mudou no meio de 2015 quando, ciente da crise que o Brasil estava se enfiando, me dei conta da importância da economia em nossas vidas.

O Econoleigo surgiu um dia quando sentei com minha esposa e tentei explicar para ela o que era dívida externa. Quando ela não entendeu a informação de forma técnica, passei a explicar de modo simplificado, utilizando analogias, e então ela entendeu. Foi nesse momento que ocorreu o clique. Se eu, sempre desligado de economia, conseguia explicar o assunto para minha mulher, que nunca teve interesse pelo tema, então talvez fosse interessante levar esse conhecimento para mais pessoas.

As fontes por trás deste espaço são muitas. Desde jornais, que leio diariamente e aos montes, a alguns amigos que trabalham no mercado financeiro, outros que são investidores, e uns outros que acompanham o mundo da política. Toda essa informação é mastigada por mim, interpretada, e colocada aqui no Econoleigo para todo mundo.

Rodrigo Teixeira, autor do blog EconoleigoSendo assim, por mais que isso não importe muito, este blog tem um rosto por trás. Uns poucos me conhecem como Rodrigo Teixeira, e outros muitos como Econoleigo, e é assim que vai continuar.

Interessou pelo assunto? Curta o Econoleigo no Facebook e siga no Twitter. Se quiser receber o conteúdo do blog semanalmente na sua caixa de e-mail, não tem problema! Basta se inscrever aqui embaixo em nossa Newsletter. Não se preocupe. É sem custo algum e não vamos compartilhar seu endereço com ninguém.

Se quiser falar comigo, o autor, mande um e-mail para blog@econoleigo.com, ou então me mande uma mensagem no Facebook ou no Twitter.