O que é Bitcoin, como funciona e como ganhar esse dinheiro virtual

0
89
Todo o que você queria saber sobre bitcoin e o que é o bitcoin
Descubra o que é Bitcoin e como ganhar.

Imaginem um sistema financeiro seguro, descentralizado, sem mediadores e com taxas mínimas de utilização. Esse é o Bitcoin (BTC), classificado como a primeira moeda digital pelo Tesouro dos Estados Unidos. Se você não gosta de andar com dinheiro, e é daqueles que não confia em cartões de crédito ou no sistema bancário, então o Bitcoin é para você. Mas você sabe o que é o Bitcoin, como funciona e como ganhar e mineirar bitcoins? O Econoleigo de hoje preparou um texto com tudo o que você queria saber sobre Bitcoins e não tinha coragem de perguntar.

O que é o Bitcoin

Apresentado pela primeira vez em 2009, o Bitcoin cresce em uso e popularidade a cada dia, como é comum aos projetos de código aberto na internet. O Bitcoin usa o conceito de blockchain para manter sua integridade e os desenvolvedores compartilham um registro das transações, com autenticação por assinaturas digitais criptografadas, o que permite aos usuários total controle sobre a utilização do sistema. Isso não é feito de um computador apenas, mas de toda uma rede ponto-a-ponto (P2P), como um grande comitê interligado de transações e de certificação.

Como ganhar Bitcoin

A maneira mais fácil de se ganhar bitcoins é por transações, pura e simplesmente. Uma boa parcela dos utilizadores de Bitcoins prefere pagar por um serviço com a moeda digital. Se você ainda não tem Bitcoins, ou se você quer ganhar para revender, então um dos caminhos a ser seguido é a mineração, um processo descentralizado que serve tanto para processar as transações de maneira segura, quanto para sincronizar os usuários. Para a mineração ser bem sucedida o mineiro precisa resolver bilhões de cálculos matemáticos e agrupá-las em blocos, juntamente com a transação. Cada vez que esses blocos são aceitos na rede significa que a transação foi executada e o mineiro é recompensado. Existem outras alternativas, todas listadas aqui.

Antes que você se assuste, é preciso deixar claro que não é você que precisa resolver cálculos. Não é necessário ser um gênio da matemática para ganhar bitcoins, basta ter um com computador. De preferência, um excelente e de altíssima performance. Como os cálculos são complexos, quanto melhor o equipamento, mais rápido serão feitas as contas, ou a tal mineração, e mais você irá ganhar.

O Bitcoin é confiável?

A grande diferença entre o Bitcoin e o sistema financeiro tradicional na relação de confiança.

No sistema tradicional, é necessário confiar nas diretrizes econômicas dos governos e no banco central. No caso do BC, é preciso fé para que este mantenha a moeda valorizada. Já a confiança nos bancos reside na fé que o dinheiro esteja disponível quando for necessário uma movimentação e, principalmente, para manter a segurança dos dados e confiabilidade das transações. De forma simples, confia-se no Banco Central para manter a moeda valorizada, e nos bancos para que o dinheiro seja guardado com segurança.

A força do Bitcoin está nos números, como sugere o seu lema. Existe uma quantidade enorme de desenvolvedores envolvidos em promover melhorias constantes nos protocolos de segurança e o consenso é que essas correções devem funcionar para todos. Especialistas dizem que a maior vulnerabilidade da moeda digital é o usuário, o que pode facilmente ser corrigido com um workshop de boas práticas.

Investir em Bitcoin: vale a pena?

Infelizmente a moeda é um ativo ainda muito volátil para ser considerado um investimento de baixo risco, apesar de vir se estabilizando ao longo dos anos. Na última semana, por exemplo, o Bitcoin teve uma queda de US$ 200 na madrugada de segunda para terça, porém disparou para US$ 2.000 no mesmo dia.

Bitcoin é para criminosos?

Os críticos da moeda afirmam que sua criptografia e a dificuldade de descobrir a identidade dos usuários protege criminosos. De fato é cada vez maior a quantidade de operações ilegais utilizando o Bitcoin na dark web. Em 2014, quando o FBI fechou um desses sites, o grande público descobriu operações que iam desde tráfico de drogas e armas a assassinatos de aluguel e lavagem de dinheiro. Em desses sites, chamado Silk Road, os administradores roubaram o equivalente a US$ 2.7 milhões em Bitcoins dos usuários. Como é um ambiente que opera na contravenção, não é possível recorrer à polícia.

Na tentativa de barrar problemas como esse, o Japão resolveu regulamentar a utilização da moeda para investimentos na área de tecnologia e inovação financeira. É certo que isso pode aumentar o custo de se utilizar o BTC, mas pelo menos uma empresa de aviação já anunciou que irá aceitar o pagamento em bitcoins.

Resumindo: Desde sua criação a internet tem se mostrado uma ferramenta eficaz em dar vazão a uma característica única dos seres humanos: a criatividade. A criação de uma forma de pagamento, com moeda própria, totalmente digital e auto gerenciada é apenas mais um dos exemplos de como não podemos mais parar a tecnologia, e é assim que você deve reagir ao saber que a realidade futurista do fim do dinheiro e cartões de crédito está cada vez mais próxima:

mm

O Econoleigo é um site sem “economês”, para aqueles que não conhecem essa língua. É por mim, Rodrigo Teixeira, alguém até então pouco interessado em números, mas agora fascinado em transformar economia em algo que até eu mesmo consiga compreender.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here