Índice de Confiança da Industria de julho sobe, mas ainda é pouco

0
206

Indicadores não servem de muita coisa para a população em geral, e são geralmente consumidos apenas por investidores e empresas, mas eles são bons de serem exibidos e compreendidos, pois dão um panorama mais claro da situação da nossa economia e também como os grandes jogadores, governo e empresas, estão se comportando e que tipo de informação eles usam para se organizar.

Tivemos recentemente a divulgação do índice de confiança da industria da FGV de julho, que animou ligeiramente o mercado com um aumento de 1,5%. Para entender melhor este número, é bom também ter em mente o Índice de Confiança do Consumidor de julho, que caiu 2,3% no mês, conforme falamos aqui.

Duas coisas devem ser compreendidas com estas informações. Como é que pode existir um aumento na confiança da industria se o consumidor esta cada vez mais descrente? Simples: exportação. Explico.

Com o mercado aqui cada vez mais retraído, conforme deixa bem claro o Índice de Confiança do Consumidor, que caiu 2,3% em julho e 1,4% em julho, a saída para os empresários tem sido mandar seus produtos para fora do Brasil, coisa que esta cada vez mais fácil com um real combalido e desvalorizado, o que deixa mais barato para que empresas americanas e européias comprem o que é produzido aqui pagando menos.

Antes de ficar muito animado, é bom deixar claro que esse aumento na confiança da industria ainda é baixo, mas é um bom sinal, pois ele foi o primeiro resultado positivo depois de cinco quedas seguidas, ou seja, embora pouco, é alguma coisa.

Resumindo: para o cidadão que compra no mercado ou tem um pequeno negócio, a situação esta preta, mas para o aumento nas exportações pode diminuir o nível de desemprego, o que ajuda a melhorar um pouco nossa economia em recessão, e é assim que você deve se sentir ao ler esta notícia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here