Exportações seguram desaceleração da economia brasileira

0
65

Com a industria demitindo, comércio fechando as portas e o setor de serviços encolhendo, a única coisa que a desaceleração da economia brasileira piore de vez são as exportações. Sim, embora boa parte dos economistas sociais pregue, o comércio exterior não é o grande vilão responsável pela miséria do povo. Mas por que é que o setor externo cresce enquanto o consumo interno cai? Dólar. Euro. Libra. Explico.

O enfraquecimento da nossa economia é refletido em um real mais fraco e que, corroído pela inflação, juros, crédito e confiança, perde valor comparado com outras moedas. É preciso levar em conta que uma empresa européia comprará no Brasil pagando em euro, e na cotação de hoje, um mísero euro compra exatos R$ 3,45, ou trocando em miúdos, 250 euros pagam um salário mínimo brasileiro. Com essa valorização das outras economias em comparação com a nossa, acaba ficando barato para empresas do outro lado comprarem aqui, principalmente quando devido à altíssima carga tributária brasileira e os custos de logística quebram o orçamento do empresário brasileiro.

Sendo assim, o setor produtivo (principalmente o agronegócio) se vê diante de uma escolha: vender para fora e receber euros bem-vindos, ou vender para outras empresas brasileiras com a possibilidade de não receber tão cedo. Sim, o calote esta rolando solto entre os empresários, principalmente por parte do governo, que usa e abusa do crédito imposto pelas licitações, e compra sem pagar.

Lembre-se disso quando alguém vier te dizer que os americanos e europeus são os vilões.

Resumindo: Trate um gringo muito bem hoje, e é assim que você deve se sentir ao ler esta notícia:

mm

O Econoleigo é um site sem “economês”, para aqueles que não conhecem essa língua. É por mim, Rodrigo Teixeira, alguém até então pouco interessado em números, mas agora fascinado em transformar economia em algo que até eu mesmo consiga compreender.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here