Economia brasileira dá sinais de recuperação

0
249
Economia brasileira dá sinais de recuperação
Economia brasileira tem sinais de melhora

Anunciada em meados de 2014, a crise hoje é uma triste realidade na vida da população. Criada pela péssima gestão financeira da Nação, a economia brasileira entrou em declínio no segundo semestre de 2014. As indústrias e comércios demitiram, empresas fecharam as portas e a população cortou luxos e até necessidades básicas. A ladeira começou lá na eleição presidencial de 2014 e, ao que parece, terminou em abril deste ano. Os últimos relatórios sobre a economia brasileira, tanto de bancos quanto do governo, mostram que, enfim, chegamos ao fundo do poço e, ao que parece, já começamos a escalar de volta para cima.

Não comemore ainda. O tombo foi alto e o Brasil ainda está muito machucado, mas o gigante que antes estava em coma e respirava com a ajuda de aparelhos parece estar dando sinais de melhora. Vamos aos fatos.

Em 2010 o Brasil teve a maior taxa de crescimento do PIB dos últimos 20 anos. Crescemos 7,6% e chegamos a ser a sexta maior economia do mundo. Em 2014, nossa economia cresceu apenas 0,01%. Em 2015 nossa economia encolheu 4,05%. Deu para entender o tamanho do buraco, certo? Vamos ao cenário atual.

Economia brasileira: cenário atual e futuro

A expectativa para 2016 era que nossa economia encolhesse 3,71% para 3,6%. Como se vê, é uma melhora pequena, mas já interrompe o aumento constante da projeção, que chegou a 3,89% em abril, último mês com a presidente Dilma Rousseff e sua equipe econômica à frente do governo. Para o ano que vem, a projeção passou de crescimento de 0,85% para 1%. Como já falei anteriormente, isso é resultado das medidas de austeridade econômica propostas pelo ministro Henrique Meirelles.

Segundo especialistas nos jornais e também alguns com quem o Econoleigo conversou, a situação atual é a seguinte:

Os empresários e investidores já ajustaram suas empresas para a crise, com demissões, cortes e ajustes em orçamento. Isso garantiria um pouco de estabilidade no cenário anterior, de crise profunda. As as novas medidas tomadas pelo governo interino do presidente Michel Temer devolveu a confiança para os empresários, que voltam a ter fé na economia brasileira. Quem garantiu isso foi Flávio Rocha, presidente das Lojas Renner, uma das maiores redes de vestuário do país. Houve acerto da escolha da nova equipe econômica, com “a volta do protagonismo da livre iniciativa superando o protagonismo do estado. É uma mudança ideológica“.

Os acertos nas decisões da nova equipe econômica e as vitórias obtidas por Michel Temer no Congresso convenceram os empresários, que estão se preparando para voltar a investir e retomar o crescimento da nação. É por isso que as previsões de crescimento do ano que vem melhoraram. 10 em cada 10 empresários é claro ao dizer que a situação só não melhorou ainda por conta da indefinição política. Há entre os empresários o medo real do impeachment não ser aprovado e a presidente Dilma Rousseff voltar ao cargo.

O Econoleigo conversou com Marcelo Vitorino, professor de Marketing Político Digital da ESPM e que tem trânsito dentro do Congresso, indo da oposição até a equipe do novo presidente. Veja o que ele falou sobre a possibilidade de retorno da presidente Dilma ao cargo: “A Dilma só volta diante de um hecatombe político, o que é improvável. O governo Temer sobreviverá, mas para ter tranquilidade precisa mostrar nos próximos 30 dias a que veio. Mostrar muito a equipe econômica”.

Segundo as pesquisas que o Econoleigo teve acesso, a confiança dos empresários na economia brasileira cresceu como um todo. Isso vai refletir em aumento do crédito, algumas contratações ou, no pior dos casos, na anulação de demissões. Em dois ou três meses a confiança entre a população, que vai perceber esse movimento do setor produtivo, tenderá a crescer também.

Resumindo: As mudanças feitas na área política, por mais traumáticas que tenham sido, trouxeram resultado e o Brasil, que antes era um gigante em coma, parece que em breve começará a respirar sem a ajuda de aparelhos, e é assim que você deve se sentir ao saber disso:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here