O custo da corrupção no Brasil e em nossa economia

1
207
Conheça o custo da corrupção no Brasil e quanto isso prejudica você
Conheça o custo da corrupção no Brasil e quanto isso prejudica você

Embora ainda seja um país de terceiro mundo, o Brasil é um daqueles mais próximos de um dia tornar-se uma República de primeiro mundo. Em diversos pontos, até somos. O PIB do estado de São Paulo, ou do Rio Grande do Sul ou de outros estados mais desenvolvidos, por exemplo, deixa claro que temos potencial econômico para uma melhor qualidade de vida à população. Por outro lado, fica claro que somos pobres demais, tanto no dinheiro, quanto em nossa alma brasileira. Produzimos riquezas em todos os cantos desta Nação, mas o que mais se vê são prefeituras e estados quebrados que deixam, por sua vez, uma população de necessitados em seu retrovisor. Muitos políticos costumam dizer que há dinheiro no Brasil para sanar todas as nossas necessidades, mas que boa parte desses recursos vão parar no bolso de quem não deve. A corrupção é um problema mundial, mas você sabe o custo da corrupção no Brasil?

Essa pergunta pode ser respondida de duas formas. A primeira e mais fácil é o montante. A segunda, muito mais complexa e dolorosa, é o custo da corrupção na vida dos brasileiros. Vamos atacar este problema por partes, em etapas.

Custo da corrupção no Brasil

Em um estudo realizado pela FIESP (Federação das Indústrias de São Paulo) recentemente, foi descoberto que a corrupção rouba todos os anos entre 1,38% e 2,3% do PIB brasileiro. Se levarmos em consideração que em 2015 o nosso PIB foi de R$ 5.521.256.074.049,36, também conhecido como R$ 5,2 trilhões, uma rápida conta de padaria nos diz quanto custa a corrupção no Brasil: absurdos R$ 119.600.000.000,00, ou R$ 119 bilhões. Esse é o montante de dinheiro do povo que vai parar no bolso dos corruptos e corruptores todos os anos. Se formos ingênuos de achar que os bandidos roubam apenas o mínimo simulado pela FIESP, teremos a hedionda quantia de R$ 76 bilhões indo para o ralo da corrupção anualmente.

A corrupção é algo difícil de ser quantificado e inspecionado, afinal estamos falando de um crime no qual, infelizmente, os brasileiros são muito bons. A prova disso é que enquanto o Brasil está em 85º lugar no mundo, dentro do Índice de Desenvolvimento Humano e 125º na Saúde, isso em uma lista de 155 nações, ocupamos a maravilhosa posição número 77º no índice mundial de corrupção. Parece pouco? Não se levarmos em conta que, mesmo com uma crise sem precedentes, ainda somos o nono país mais rico do mundo em total de riquezas geradas.

O custo da corrupção para o povo

Uma das consequências (e por que não dizer que também é uma das causas) da corrupção é o pouco caso e a ignorância do povo sobre seu verdadeiro significado. Por mais absurdo que possa parecer, ainda há no Brasil um pensamento coletivo de que a corrupção rouba o dinheiro do governo. Governo este, que é corrupto. É a famosa grana da viúva. É como se os dedos gordos que saquearam a Petrobras estivessem furtando a carteira da Dilma, ou a corrupção nas merendas escolares das escolas estaduais de São Paulo deixavam apenas o governador Geraldo Alckmin mais pobre. Não, longe disso.

Cada real surrupiado do orçamento público sai do bolso de cada um de nós. É uma ínfima fração, mas ainda é a sua fração, a minha fração. É um dinheiro que trabalhamos para ganhar, e que, gentilmente, cedemos para que o governo o reinvista em nosso proveito. Não é errado dizer que o jatinho do corrupto é pago por todos nós. A corrupção é uma das causas, por exemplo, de se investir tão pouco na valorização dos professores.

Para deixar claro o custo da corrupção na vida do brasileiro, o Econoleigo preparou uma pequena tabela de conversão dos maiores escândalos de corrupção do Brasil, deixando mais fácil mensurar qual o custo da corrupção no Brasil e mostrando o quanto aqueles bilhões significariam na vida do João, da Maria, ou do Roberto, ou na vida do Luís Inácio, do Geraldo, e até mesmo do Esperidião.

Quanto custa construir uma escola, um hospital e uma creche

Educação: Segundo um edital da Prefeitura de São Paulo de 2009, para se construir uma escola pública com 13 salas de aula são necessários R$ 4,1 milhões.

Saúde: O Governo de São Paulo lançou um edital para construir três hospitais com 646 leitos e mil atendimentos ambulatoriais por dia, tudo isso por R$ 772 milhões. Deduzimos que o custo por hospital é de R$ 257 milhões, ou R$ 1,2 milhões por leito.

Infância: Em 2014 o prefeito Fernando Haddad liberou R$ 88 milhões para construir 19 creches em São Paulo, o que nos dá um custo de R$ 4,6 milhões por creche.

Quanto os maiores casos de corrupção no Brasil tiraram de você

Banestado

No maior escândalo de corrupção do Brasil, funcionários e políticos usaram o Banestado para desviar R$ 41 bilhões do povo. Note que muitos desses larápios ainda estão soltinhos.

Com esse dinheiro, o Brasil poderia ter hoje:

Educação: 10.000 escolas de ensino básico

Saúde: 159 novos hospitais, ou 34.166 leitos

Família: 8.913 novas creches

Petrolão

Votado pela ONG Transparência Internacional como o segundo maior escândalo de corrupção do mundo, o Petrolão desviou R$ 21 bilhões dos cofres públicos.

Com esse dinheiro, o Brasil poderia ter hoje:

Educação: 5.121 escolas de ensino básico

Saúde: 81 novos hospitais, ou 17.500 leitos

Família: 4.565 novas creches

Metrô de São Paulo

Segundo a justiça, houve um roubo de R$ 835 milhões durante a construção de novas linhas de metrô em São Paulo, no chamado Caso Alstom Siemens.

Com esse dinheiro, São Paulo poderia ter hoje:

Educação: 204 escolas de ensino básico

Saúde: 3 novos hospitais, ou 698 leitos

Família: 182 novas creches

Resumindo: Dê um soco cada vez que você ouvir um “rouba, mas faz”, ou quando alguém defender um político corrupto, pois com os R$ 119 bilhões roubados no Brasil em 2015, daria para pagar 33 vezes o Projeto Atlas, criado pela Agência Nacional da Água e negado pelo governo, que preferiu levar adiante a caríssima Transposição do Rio São Francisco pelo dobro do preço e, imaginem vocês a surpresa, que já estourou em 3 vezes o orçamento e está cercado de denúncias de corrupção e desvio de dinheiro público. Com um único Projeto Atlas, que custa R$ 3,6 bilhões, 34 milhões de pessoas teriam o que beber e como plantar e produzir no Nordeste, e é assim que você deve se sentir sobre isso:

Conheça o custo da corrupção no Brasil e quanto isso prejudica você

mm

O Econoleigo é um site sem “economês”, para aqueles que não conhecem essa língua. É por mim, Rodrigo Teixeira, alguém até então pouco interessado em números, mas agora fascinado em transformar economia em algo que até eu mesmo consiga compreender.

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia muita acessível as informacoes nao tinha ideia deste valores obrigado.
    agora umas perguntas para a sociedade Brasileira.
    .
    Quantos órgãos de fiscalização existem no Brasil?

    Qual o custo destes serviços?

    Porquê temos que bancar esses órgãos se infelizmente não realizam as funções como deveriam ?

    Sou a favor no Brasil de funcionários públicos que não fizerem trabalhos de acordo ao contratado serem expulso por incompetência!!!!!!!!
    Acho que isso fariam pensar um pouco mais antes de fazerem vista grossa acredito que a maioria destes funcionários público que atuam próximo a pessoas corrupta tenha acesso aos feitos !!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here