Crise na industria aumenta e desemprego no setor cresce

0
63
Crise na industria brasileira aprofunda ainda mais

Uma série de notícias veiculadas em jornais, e também relatórios de consultorias econômicas que circulam pelo mercado sobre a saúde das nossas industrias são extremamente preocupantes. Uma análise profunda nos números mostra que a crise na industria, principalmente as de pequeno e médio porte, é severa e não deve passar logo, o que frusta quem apostava que a situação melhoraria com a aproximação do natal e da época de festas, que sempre movimenta a economia.

Segundo dados do IBGE, o nível de ocupação médio da indústria nacional caiu 0,8% somente em agosto. Para terem uma ideia do tamanho da queda, nos últimos doze meses ocupação caiu 5,6%, ou seja, somente agosto representa quase 20% deste total. Atualmente temos o numero de pessoal ocupado mais baixo em mais de 8 anos.

Outro ponto extremamente preocupante é a retração do Índice de Atividade Econômica do Banco Central, que mede a saúde financeira da nossa economia. A redução de 0,76% na atividade econômica foi puxada pela desaceleração na produção industrial, que caiu somente em agosto 1,2%, chegando a uma queda anual de 8,9%.

Os dados de setembro ainda não foram fechados, mas uma observação profunda dos indicadores financeiros nos leva a crer que o resultado tende a ser pior do que o observado já em agosto, e a taxa de encolhimento deve praticamente dobrar. Achou ruim? Então saiba que a situação no varejo é ainda pior, e a queda nas vendas de agosto chegaram a 2%, ou 9,6% de queda anual.

Ainda tem mais. A baixa nas vendas e a dificuldade em obter crédito nos bancos está fazendo com que os micro e pequenos empresários entrem no cheque especial, tudo isso para poder pagar salários, honrar compromissos e manter a economia rodando. Segundo dados da Simpi, somente em setembro 23% das empresas do segmento tiveram que entrar no limite para manter a empresa rodando. Ainda de acordo com o relatório da Simpi, 27% das empresas já tiveram que demitir e 26% dos empresários acham que não aguentam mais três meses, e terão que abaixar as portas.

Resumindo: A tal crise que a Dilma insiste em dizer que é invenção é mesmo de mentirinha? A quebradeira e o desânimo é geral, e é assim que você deve se sentir ao ler isto:

mm

O Econoleigo é um site sem “economês”, para aqueles que não conhecem essa língua. É por mim, Rodrigo Teixeira, alguém até então pouco interessado em números, mas agora fascinado em transformar economia em algo que até eu mesmo consiga compreender.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here